Colonoscopia: não é preciso ter medo!

Colonoscopia-Por-Dr-Fabio-Atui

Série especial: “A importância dos exames”

COLONOSCOPIA

No primeiro capítulo da série especial, o tema abordado é esse importante exame para a prevenção do câncer de intestino:

É importante destacar que a colonoscopia é o principal instrumento que o médico tem na prevenção do câncer de intestino. O exame permite a visualização da mucosa do cólon (de todo o intestino grosso até parte do intestino delgado), ou seja, dentro do oco do órgão, com o objetivo de buscar as lesões precursoras da doença, conhecidas como pólipos, que, caso estejam no organismo, já podem ser retirados durante o procedimento.

Algumas características do câncer de intestino tornam esse exame fundamental. A doença, muitas vezes, se desenvolve a partir de uma lesão precursora que, quando identificada durante a colonoscopia, evita que o indivíduo tenha câncer. Dessa forma, é evitada a internação, anestesia ou tratamentos complementares para o paciente, que fica livre de um câncer antes do tumor se instalar – o que mostra um grande avanço na evolução dessa doença. Além disso, a colonoscopia pode ser feita para analisar o intestino grosso e avaliar outros possíveis problemas, como colites, diverticulite, prisão de ventre.

Colonoscopia - Por Dr. Fabio Atui - Cirurgia do Aparelho Digestivo e ColoproctologistaÉ importante ressaltar que a colonoscopia pode ser feita em pacientes que não têm sintomas, o que é chamado de rastreamento. Já, os indivíduos que apresentam os seguintes sinais precisam obrigatoriamente realizar o exame: sangue nas fezes nas cores vermelho vivo ou muito escuro; muco nas fezes; períodos de diarreia ou prisão de ventre, de modo alternado; mudança no hábito intestinal; sensação de evacuação incompleta; dor abdominal e cólica; perda de peso rápido; barriga inchada; anemia; cansaço.

No exame, serão procuradas lesões mínimas e alterações de coloração e vasculatura na mucosa, então o paciente precisa estar sem resíduos no intestino. Por isso, antes da colonoscopia, há a indução de uma diarreia que “limpa” todo o cólon. Muitas pessoas reclamam desse preparo, que é a parte mais complicada do exame, porque demanda o uso de remédios laxantes, dieta especial sem resíduos, ingestão de muita água. É claro que é desagradável ter uma diarreia, mas é muito pior ter o câncer de intestino.

No decorrer do exame, o paciente estará sedado, de preferência por um anestesista, e não sentirá qualquer desconforto.

A colonoscopia não é perigosa, mas, como qualquer exame invasivo, tem seus riscos. Raramente, podem acontecer complicações, como perfuração, por exemplo, principalmente em pacientes que têm doenças no intestino. Sempre discuta com seu médico o resultado do exame, que te orientará também a frequência com que a colonoscopia deverá ser realizada.

 

Fique de olho,

Saúde!

Dr. Fabio Atui - Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologista

Deixe uma resposta