Como investigar a doença do refluxo gastroesofágico?

 

A primeira condição para investigar a doença do refluxo gastroesofágico é a endoscopia, um exame realizado com o paciente sedado e dormindo. Um tubo é colocado dentro da boca para filmar todo o esôfago, estômago e duodeno e, com isso, o médico ter uma impressão visual e, eventualmente, colher biópsia, de como os órgãos estão.

Os sinais de inflamação do esôfago e estômago podem mostrar o grau de esofagite ou de refluxo gastroesofágico que o indivíduo tem. Com a endoscopia, não é possível ver ou quantificar a doença, mas o médico consegue ver as consequências que a doença levou ao esôfago e, assim, analisar o quanto ele está inflamado.

Se o exame apontar esofagite, o médico precisa complementar a investigação por meio da pHmetria de 24 horas. O exame medirá o potencial de hidrogênio, que significa acidez, em vários pontos do esôfago e estômago, de tal maneira que consiga perceber quando ocorre o refluxo, causando a esofagite.

A partir daí, o médico pode propor os possíveis tratamentos para a doença do refluxo gastroesofágico. Ela pode ser tratada por meio de medicamentos, para diminuir a acidez do estômago, ou da cirurgia, que seria a confecção de válvula anti-refluxo.

Fique de olho,

Saúde!

Deixe uma resposta