Café, chá e chocolate interferem no refluxo?

No vídeo, Dr Fabio Atui responde algumas dúvidas de leitoras do blog, que perguntaram a respeito da doença do refluxo gastroesofágico.

Assista e descubra se você tem algum desses problemas descritos:

– Café, chá, chocolate e fumo interferem na doença?

Essas atitudes interferem na doença do refluxo gastroesofágico, porque tem um músculo, chamado de esfíncter inferior do esôfago, que se contrai impedindo o refluxo. Quando o paciente toma líquidos com cafeína ou fuma, há o relaxamento desse músculo e, consequentemente, o aumento do refluxo. Portanto, quem tem esse problema deve essas atitudes.

– O que é esôfago de Barrett?

Quando o paciente agride cronicamento o esôfago, há um tipo de cicatrização que se chama de esôfago de Barrett. É uma metaplasia, ou seja, conforme o órgão é agredido há um alteração na mucosa, que era de esôfago e vai se tornando em mucosa de intestino delgado. Esse quadro é grave e, quando existe o problema, a tendência é operar mais. É necessário ter acompanhamento e tratamento do médico, porque acredita-se que o esôfago de Barrett aumenta a incidência do câncer de esôfago.

– É comum refluxo durante a gravidez?

Sim, porque a presença do bebê aumenta a pressão intra-abdominal e empurra o estômago para acima, diminuindo o espaço do órgão para distender. Com isso, aumenta a pressão e o refluxo, Em geral, os médicos evitam medicamentos durante a gravidez para não prejudicar o bebê. O ideal é tratar com dietas, cuidados e até anti-ácidos.

– Por que crianças têm muito refluxo?

O sistema nervoso e a capacidade de contrair vísceras ocas, como o intestino e estômago, do ser humano ainda n]ao está totalmente desenvolvido nessa fase da vida. Por isso, o bebê necessita da proteção da mãe e, com o decorrer do tempo, algumas funções fisiológicas vão se desenvolver. Uma das coisas a serem desenvolvidas é a contração do tubo digestivo, então é comum o neném ter cólica e distensão, já que o intestino não se contrai direito ainda. O mesmo acontece com o esôfago e com o estômago, que não se contraem, causando o refluxo. Há medidas anti-refluxo, como formas de se alimentar, modo de posicionar o colchão na cama, portanto, é importante conversar com o pediatra.

Fique de olho,

Saúde!

Deixe uma resposta