Hemorroida: tem como evitá-la?

A presença da hemorroida não impede que você ingira algum alimento no seu dia a dia. Na verdade, não há nada que seja proibido de se comer por causa da hemorroida. Muitas pessoas tem dúvidas, principalmente, com relação à pimenta. De acordo com Dr. Fabio Atui, os condimentos não causam o problema. O que acontece é que quando a gente está com a hemorroida inflamada, a pele ao redor do ânus também inflama. Assim, quando comemos alguma coisa mais condimentada, na hora de ir ao banheiro, sentimos um ardor nessa região. “Esse ardor sugere para aquele indivíduo que quem causou hemorroidas foi a pimenta, mas, na verdade, a pimenta fez doer uma hemorroida que já estava lá”, afirma. Portanto, não existe uma proibição de nenhum tipo de alimento relacionado à doença hemorroidária.

Prevenção de crises:

Mas, as nossas atitudes cotidianas podem ajudar na prevenção de crises. Quando temos sintomas hemorroidários, se a nossa alimentação for mais equilibrada, com muita fibra e muita água, o nosso trânsito intestinal será mais suave. Ou seja, o cocô não estará duro na hora da evacuação e você não terá que fazer muita força para ir ao banheiro. “Então, uma alimentação que propicie uma boa evacuação, uma boa ida ao banheiro, vai ajudar a tratar a hemorroida“, orienta Dr. Fabio Atui.

Além disso, após ir ao banheiro, em vez de usar o papel, faça um banho de assento, tenha uma toalha específica para secar o ânus, e se cuide para não ficar resíduo e não causar coceira na região. Segundo Dr. Fabio Atui, se for usar o papel higiênico, não o esfregue para não machucar a pele ao redor do ânus. Dessa forma, você manterá a hemorroida calma e quieta, sem crise. “Quanto mais ela ficar sem crise, menos chance você tem de operar. Se você começa  a ter muita crise, você vai acabar operando a hemorroida“, alerta.

Portanto, essas são algumas atitudes importantes para que você não tenha crise hemorroidária. “Se você conseguir cuidar direitinho, usar o banho de assento, comer bastante verdura e conseguir, com isso, ficar bem e evitar de ter que fazer uma cirurgia, é muito melhor”, finaliza Dr. Fabio Atui.

Fique de olho,
Saúde!

Dr Fabio Atui - Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologista

 

Deixe uma resposta