Qual é a incidência de hérnia em mulheres?

O doutor Fabio Atui participou de uma expedição na Amazônia, pela ONG “Expedicionários da Saúde”, que tem o objetivo de levar medicina especializada às populações indígenas.

Na expedição, ele encontrou esse problema com bastante frequência nas mulheres da região.

Assista ao vídeo:

Na nossa sociedade, principalmente nas cidades grandes, é incomum encontrar hérnia em mulheres, porque esse problema depende de dois fatores principais: tendência genética (fraqueza na parede) e quantidade de peso que a pessoa carrega. Alguns indivíduos têm uma tendência, mas não carregam peso, então provavelmente não desenvolverão a hérnia. Outros têm pouca tendência, mas carregam objetos pesados então podem desenvolver o problema.

Na Amazônia, durante uma expedição, o doutor Fabio Atui percebeu uma incidência grande nas mulheres indígenas exatamente porque elas carregam muito peso, já que são trabalhadoras braçais. Entretanto, na cidade grande, há uma tendência de hérnia nas mulheres também, porque elas estão puxando muito ferro na hora de praticar atividade física, o que é algo extremamente saudável, mas que estão levando as pessoas a desenvolverem o problema.

Portanto, as hérnias, principalmente as inguinais, ocorrem também em mulheres e precisam de um tratamento cirúrgico para correção. Se sentir dor e abaulamento na região inguinal ou do umbigo, procure um médico.

Fique de olho,

Saúde!

Deixe uma resposta