Você tem intestino irritável?

Você tem intestino irritável? - Dr Fabio Atui

Uma situação muito comum na prática diária dos gastroenterologistas é o paciente chegar ao consultório dizendo que tem “Síndrome do Cólon Irritável” (SCI), de fato esta síndrome é muito frequente e atinge cerca de 10% da população, mas frequentemente estes pacientes NÃO tem esta síndrome.

O diagnóstico de SCI é feito por exclusão, ou seja, quando há suspeita clínica, exames são realizados para buscar possíveis causas, conforme estas causas vão sendo afastadas a possibilidade de cólon irritável vai ganhando força, entretanto não há um exame que confirme o diagnóstico e algumas vezes se faz o diagnóstico presuntivo, ou seja, uma prova terapêutica, trata-se como se fosse a síndrome e a melhora clínica, não confirma mas fortalece a suspeita de SCI.

Como o nome “Cólon irritável”, apesar de ser um termo médico, faz sentido na linguagem leiga, e por isto existe um bom contingente de pessoas que se diz com a síndrome. Mas muitos destes, sem nem ao menos ter descartado outras hipóteses, como intolerâncias a algum alimento ou doenças inflamatórias intestinais, que tem um tratamento específico e acabam deixando de ser adequadamente tratados, com graves prejuízos a saúde.

A SCI geralmente causa desconforto abdominal, principalmente após as refeições, com distensão, empachamento e sensação de gases, algumas vezes pode causar intestino preso, mas na maioria das vezes causa aumento do trânsito intestinal, alguns pacientes tem o quadro em surtos, especialmente em momentos de stress aumentado ou ansiedade.

A alimentação também interfere fortemente nos sintomas e por isto é muito comum que o indivíduo vá gradativamente restringindo sua dieta, o que é muito ruim, porque com o tempo alguns pacientes acabam comendo de forma muito restrita e abrindo mão de sua vida social e pessoal.

Os alimentos que fermentam são os maiores vilões neste caso, verduras de talo largo como repolho, salpicão aipo e erva doce, feijões e as demais leguminosas como grão de bico, lentilha e ervilhas, derivados de leite e alimentos gordurosos costumam piorar os sintomas e acabam sendo evitados pelos pacientes.

A primeira medida para quem tem estes sintomas é procurar um gastroenterologista para investigar adequadamente e descartar os demais diagnósticos, uma vez feito o diagnóstico o tratamento em geral é feito através de medicamentos, mas as mudanças de hábitos alimentares e de comportamento são muito importantes, sendo determinantes para o sucesso do tratamento.

Ou seja, se alguém disse que você tem Síndrome do Cólon Irritável e não investigou outras possibilidades, desconfie, é possível que você não tenha, procure um bom gastroenterologista e, ao invés de limitar sua vida alimentar e social, piorando sua qualidade de vida.

Fique de olho.
Saúde!

Dr Fabio Atui Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologia

1 ComentárioDeixe seu comentário

  • Nossa doutor estou assim a um ano, e não tenho tido sucesso, são dores abdominais após os alimentos, ou quando estou preocupada, diarréia continua,com muitasaudade cólicas, tenho evitando todo tipo de alimento. E não vejo melhoras.

Deixe uma resposta